Arnou De Melo representa a região sul na Mostra Nacional de Música do Sesc

Evento reunirá, de 17 a 21 de outubro no Rio de Janeiro, 10 grupos das cinco regiões do país para apresentações e debates sobre o cenário musical.

A primeira edição da Mostra Nacional de Música do Sesc reunirá dois grupos de cada região do Brasil com o intuito de fortalecer a diversidade cultural brasileira, incentivar trocas e intercâmbios, além de fomentar a circulação de artistas de nossa música, por meio de uma diversificada programação musical que inclui os shows, intercâmbios e seminários.

Arnou De Melo irá compor a mesa do Seminário Música Brasileira, no dia 19/10, das 16h às 17h30. O seminário propõe um panorama das diferentes cenas musicais e realidades culturais das cidades e regiões representadas durante a Mostra. Já na sexta, 20/10, às 20 horas, o Arnou De Melo Quarteto apresenta o Show Monções, na Mostra Nacional de Música.

Arnou De Melo é contrabaixista, compositor, arranjador e produtor musical. Formado pelo BIT – Musicians Institute de Los Angeles. Diretor Musical do Itajazz, Professor do Conservatório de Música Popular de Itajaí e Coordenador do Festival de Música de Itajaí. Referência da música instrumental catarinense, Arnou De Melo completa 50 anos de carreira em 2018.

No show instrumental “Monções”, o público poderá conferir uma mescla do trabalho autoral de Arnou De Melo, reunidos nos CD´s Monções e Fantasia. Arnou De Melo – contrabaixo, estará acompanhado de Edilson Forte – Tatu – piano, Mário Jr. – bateria, e Evandro Hasse – trompete, flughelhorn e sax alto.

“Será uma grande alegria participar da Mostra Nacional de Música do Sesc com estes parceiros de música e poder representar a cena musical catarinense. Eventos como este são fundamentais para o intercâmbio entre os artistas e, principalmente, para dar visibilidade à rica produção musical brasileira”, argumenta Arnou De Melo.

Participam da 1ª Mostra Nacional de Música do Sesc: Arnou De Melo Quarteto (SC); Trio Reserva (PR); Grupo Água Viva (RJ); A Mesa (ES); Estela Ceregatti (MT); Pablo Fagundes (DF); Grupo Coqueiro Alto (PB); Camilla Campos (SE); Sons de Beira (RO); Muiraquimbó Orquestra (PA); com abertura da Orquestra Escola Sesc de Ensino Médio (RJ), sede do evento.

Arnou De Melo Foto Mariá Zabote 425

Arnou De Melo – foto Mariá Zabote.

Arnou De Melo

Arnou De Melo é músico contrabaixista, compositor e produtor musical. Formado pelo BIT – Bass Institute of Technology do MI – Musicians Institute de Los Angeles, Califórnia, em 1990, tendo recebido o prêmio de “Outstanding Student of the Year”. Natural de Itajaí, Santa Catarina, começou sua carreira profissional aos 17 anos. Participou da Banda 4ª Redenção, grupo de projeção na região sul do Brasil nos anos 80/90.

Um dos idealizadores do Itajazz – Grandes Encontros; foi Diretor Geral de Ensino do Conservatório de Música Popular Cidade de Itajaí em 2007 e 2008; Coordenador das Oficinas do 8º, 9º, 10º e 11° Festival de Música de Itajaí de 2005 a 2008; Diretor Musical do 1º, 2º e 3º FEMIC – Festival da Música e da Integração Catarinense de 2008 a 2010; e professor de “Prática de Estúdio”, nos cursos de Licenciatura e Bacharelado em Música na UNIVALI – Universidade Vale do Itajaí, de 2008 a 2010.

Em 2009 gravou o seu primeiro CD solo “Fantasia”, disco instrumental com composições e arranjos próprios, com o qual viajou em turnê por Santa Catarina com o Arnou De Melo Septeto. Idealizou e coordena desde 2010, o Projeto Show-aula, que consiste em concertos didáticos de música instrumental para estudantes de 6 a 14 anos da rede oficial de ensino.

Em 2015 apresentou o Concerto Monções na Turnê do Circuito Sesc de Música, em 25 cidades do estado de Santa Catarina. Foi uma das atrações da 5ª edição do TJF – Torino Jazz Festival 2016, com o apoio do Ministério da Cultura e do Fundo Nacional da Cultura, através do Edital de Intercâmbio. Durante a Turnê Europeia do Concerto “Monções” em 2016, realizou um workshow e seis concertos na Itália e um concerto na Espanha (Rubi/Barcelona).

É proprietário do Porta Voz Estúdio; Coordenador Geral do Festival de Música de Itajaí; Gerente de Apoio à Diversidade Cultural da Fundação Cultural de Itajaí; Professor da disciplina Prática de Conjunto no Conservatório de Música Popular de Itajaí Carlinhos Niehues; e Diretor Musical do Itajazz – Grandes Encontros. Está em estúdio finalizando o seu segundo CD, “MONÇÕES” – Arnou De Melo. Para 2018, prepara a gravação do DVD “Arnou De Melo – 50 Anos de Música”.

Discografia: CD Monções – Arnou De Melo (em fase de produção); CD “Soprando Baixo” – Duo Soprando Baixo – 2014; CD “Fantasia” – Arnou De Melo – 2009; LP Brincadeira de Som – Grupo Quarta Redenção – 1986.

Arnou De Melo IMG_4007 foto Mariá Zabote

Arnou De Melo – foto Mariá Zabote.

Mostra Nacional de Música do Sesc

A curadoria da Mostra Nacional de Música foi realizada em conjunto com o Departamento Nacional e os Departamentos Regionais do Sesc espalhados pelos diferentes estados do Brasil. Cada unidade do Sesc indicou artistas ou grupos que tenham participado de suas mostras locais, para que fossem analisados por uma Comissão de Curadoria, formada por cinco técnicos do Sesc, representantes das regiões do país.

Com base nessa vasta e diversa oferta de grupos e artistas, foram selecionados os dez grupos que fazem parte de nossa programação, vindos de diferentes cidades, estados e regiões. Assim, a Mostra Nacional de Música pretende apresentar ao público um pouco da diversidade presente na música brasileira e que também está no DNA da Escola Sesc de Ensino Médio.

Além das apresentações, também está programado o Seminário Música Brasileira, com a presença dos grupos participantes da Mostra, para trocar experiências e vivências de suas cenas musicais locais e pensar em conjunto um cenário brasileiro para a música, além de intercâmbio entre os artistas participantes e os alunos dos cursos de música da Escola Sesc. 

Mostra Nacional de Música - Programação Resumida

Serviço:

MOSTRA NACIONAL DE MÚSICA DO SESC

De 17 a 21 de outrubro de 2017

Local: Espaco Cultural Escola Sesc

Avenida Ayrton Senna, 5677 – Jacarepagua

Cep: 22.775-004 – Rio de Janeiro / RJ

Entrada Franca

 

Facebook:

https://www.facebook.com/EspacoCulturalEscolaSescRJ/

https://www.facebook.com/events/122166211831334/

  Mostra Nacional de Música

ARNOU DE MELO

Site Oficial

http://www.arnoudemelo.com

 

Página Oficial no Facebook

https://www.facebook.com/ARNOUdeMELO.ARTISTA/

 

Canal Oficial no YouTube:

https://www.youtube.com/user/arnoudemelo

 

Link para o tema O GARNISÉ – (Arnou de Melo)

https://www.youtube.com/watch?v=BJTHuLHPu34

 

ARNOU DE MELO foto Andre Maia

Arnou De Melo – foto Andre Maia.

Mais Informações:

Arnou De Melo (47) 9 9917-5842

Mirian Arins (DRT SC 01762 JP): (47) 9 9965-4637

upa.arte@gmail.com – upacultura.wordpress.com

10 de outubro de 2017.

Anúncios

Sábado tem dois concertos da Joinville Jazz Big Band

A Joinville Jazz Big Band realiza dois concertos gratuitos ao público, neste sábado. Sob a coordenação de Gledison Zabote e direção musical de Marcos Archetti, 17 instrumentistas, divididos em quatro naipes (saxofones/flautas, trombones, trompetes e seção rítmica), executam um variado leque de propostas estilísticas, que vai do jazz ao maracatu, com temas compostos e arranjados pelos seus integrantes e que farão parte do primeiro CD do grupo.

As apresentações acontecem em Joinville, no sábado, 19/08, às 9h30min, na FEIRA DO VILA NOVA, no Terminal de Ônibus Vila Nova (Professor Beno Harger), rua XV de Novembro, 7.000; e às 11h30min, na FEIRA DO FLORESTA, na Praça Tiradentes, Rua Santa Catarina.

Em setembro a Joinville Jazz Big Band realiza dois importantes shows. O Concerto de Aniversário, no Domingo (03), às 20 horas, no Teatro Juarez Machado, em Joinville; e a Apresentação no 20º Festival de Música de Itajaí, na Segunda (04), às 22 horas, no Centro de Cultura Popular (Mercado Público Velho de Itajaí).

Cartaz JJBB2017 19 DE AGOSTO

Joinville Jazz Big Band

Primeira Big Band Jazzística do município de Joinville, a Joinville Jazz Big Band foi idealizada pelo músico Gledison Zabote e iniciou os trabalhos em setembro de 2011. De forma voluntária, músicos profissionais e amadores que possuíam interesse em aprender e desenvolver a linguagem do jazz nesta formação, mas que não encontravam espaços formais para aprimorá-la, decidiram montar a Big Band e iniciar os primeiros ensaios.

Com apoio da Prefeitura de Joinville e da Secretaria de Cultura e Turismo, por meio do Sistema Municipal de Desenvolvimento pela Cultura – SIMDEC, modalidade Manutenção de Grupo, a JJBB realiza um projeto de formação continuada dos seus componentes, com capacitação em harmonia/improvisação, capacitação rítmica, elaboração de arranjos originais, ensaios por naipe e ensaio geral; além de desenvolver preparação de novos músicos, através da ação Novos Talentos.

Este trabalho transformou a Joinville Jazz Big Band em referência de qualidade musical, lotando todas as apresentações que tem realizado. Destacam-se os concertos com participação do baterista Sergio Gomes e da cantora Ana Paula da Silva, em 2013, no Teatro do Sesc Joinville. Em 2014, os concertos com arranjos e regência de Rafael do Santos no Porão da Liga; com arranjos de Marcos Archetti e participação do Quarteto Enraizados, no Teatro do Sesc Joinville; no Panorama Musical do Sesc em Jaraguá do Sul; e dois shows no Teatro do Sesc Joinville. Em 2015, Concerto de Aniversário no Teatro Juarez Machado, com participações da cantora Lily Blumerants e do trombonista Sergio Coelho; e no Aldeia Palco Giratório do Sesc, no Teatro Municipal de Itajaí, com participações de Lily Blumerants e Sergio Coelho. Em 2016, o Show de 5 Anos da Joinville Jazz Big Band, com participações especiais dos músicos Alegre Corrêa, Gabriel Vieira e Lily Blumerants, no Teatro Juarez Machado; e o Show no TAC 7:30, com Lily Blumerants, Alegre Corrêa e Gabriel Vieira, no Teatro Álvaro de Carvalho.

show-de-5-anos-da-jjbb-08-09-2016-teatro-juarez-machado-foto-mirian-arins-dsc_0005-red

Show de 5 Anos da Joinville Jazz Big Band, dia 08/09/2016, no Teatro Juarez Machado. Foto Mirian Arins.

Formação:
Saxofones/flautas: Ernst Klipp (coordenador de naipe, sax tenor e flauta), Jônatas Silveira (sax alto), Manoel Coutinho Madruga (sax alto), André Leitzke (sax tenor), e Eduardo Santos (sax barítono e flauta). Trombones: Everton Luis Alves (coordenador de naipe), Eliton Faria, Misael Kautnick, e Ezequiel dos Santos. Trompetes: Jairo Alexandre Espindula (coordenador de naipe), Joel Roberto de Moraes, Jonatan de Souza Nunes, e Jedielson Soares.  Sessão Rítmica: Michel Falcão (coordenador de naipe e contrabaixo), Rafael Vieira (bateria), Fabio Oliveira (piano), e Cledemilson Silva (guitarra). Codireção Musical e Administrativa: Cledemilson Silva; Direção Geral e Produção Executiva: Gledison Zabote. Direção Musical e Arranjos: Marcos Archetti.

jjbb-no-tac-29-11-2016-dsc_0155-foto-mirian-arins

Show da Joinville Jazz Big Band no TAC 7:30, dia 29/11,2016, no Teatro Álvaro de Carvalho, em Florianópolis – SC. Foto: Mirian Arins.

SERVIÇO: 

Apresentação da Joinville Jazz Big Band

FEIRA DO VILA NOVA

Sábado – 19/08 – Às 9h30min

Local: Terminal de Ônibus Vila Nova (Professor Beno Harger)

Rua XV de Novembro, 7.000 – Bairro Vila Nova – Joinville – SC

Gratuita

 

Apresentação da Joinville Jazz Big Band

FEIRA DO FLORESTA

Sábado – 19/08 – Às 11h30min

Local: Praça Tiradentes
Rua Santa Catarina – Bairro Floresta – Joinville – SC

Gratuita

 

Mais informações: 

Facebook:

https://www.facebook.com/JoinvilleJazzBigBand

Blog:

https://upacultura.wordpress.com

 Canal da JJBB no YouTube:

https://www.youtube.com/channel/UCoW-Xpy8NNB0ySNyznp884w

Vídeos do tema Maracatu pro Carlota (Gledison Zabote):

https://www.youtube.com/watch?v=19-0WSPS114&index=4&list=PLI3ZP9TugZyOz0Xmbx7njxeJphLZXv5Hw

Mais Informações:
Marcos Archetti: (47) 99623-5799
Mirian Arins: (47) 99965-4637
upa.arte@gmail.com – upacultura.wordpress.com
17 de agosto de 2017.
Fotos: Mirian Arins.
Jornalista responsável: Mirian Arins (DRT SC 01762 JP)

 

 

ITAJAZZ Grandes Encontros celebra os 100 anos do Jazz e do Mercado Público de Itajaí

Mostra será de 8 a 11 de agosto no Mercado Público de Itajaí, com dois shows por noite, e jam session com abertura da Banda Itajazz. Entrada Franca.

No ano que marca o centenário do Jazz e da inauguração do Mercado Público de Itajaí, o ITAJAZZ volta a ser realizado neste espaço, considerado pelos “peixeiros” como um pavilhão cultural. De 8 a 11 de agosto, o público poderá conferir dois super shows por noite, seguidos de jam session, a partir das 21 horas.

Primeiro evento do gênero em Itajaí, há 22 anos o Itajazz promove Grandes Encontros. Em 2017 a programação vem recheada de música autoral e standards de jazz e música popular brasileira, divididos na Mostra Regional, que abre as noites, onde os compositores estarão acompanhados de suas formações, e nos Grandes Encontros, formato em que o artista convidado se apresenta com a Banda Itajazz mesclando temas autorais e clássicos do jazz.

Na terça (8) o premiado acordeonista Bruno Moritz traz o seu trabalho em formato trio, e o grande encontro acontece entre o timbre inconfundível de Lily Blumerants e a Banda Itajazz. O jovem pianista Gandhi Martinez apresenta suas composições com seu quinteto, e o veterano instrumentista e compositor Leo Garcia, na guitarra, são as atrações da quarta (9). A frequência e composições alternativas do trio Música Orgânica, e a experiência do guitarrista Mario Conde dão a tônica da noite de quinta (10). Na sexta (11), o Quinteto Enraizados mescla diversos ritmos sul-americanos, e o trompetista Daniel D´Alcantara e Banda Itajazz encerram os Grandes Encontros.

A Banda Itajazz formada por Peninha – bateria; Arnou De Melo – contrabaixos; Daniel Montero – violão e guitarra; Evandro Hasse – trompete, trombone, saxofone e flauta; Rubens Azevedo – saxofone e flauta; Willian Goe – percuteria; Giovanni Sagaz – piano; e Louise Lucena – voz, também fará a abertura da tradicional Jam Session, todos os dias a partir das 23 horas. Na sequência o palco fica aberto para os músicos presentes interagirem num festival de técnica e improviso.

O ITAJAZZ – Grandes Encontros é patrocinado pela Lei Municipal de Incentivo à Cultura, Fundação Cultural de Itajaí Prefeitura de Itajaí e APM Terminals, e as apresentações iniciam às 21 horas, no Centro de Cultura Popular (Mercado Público Velho de Itajaí), Praça Félix Busso Asseburg, Centro, Itajaí/SC, com entrada franca. 

BANDA ITAJAZZ (com Evandro Hasse – Daniel Montero – Louise Lucena – Peninha – Arnou De Melo) – Foto Mirian Arins.

CHAPÉU SOLIDÁRIO PARA O MÚSICO ALEXANDRE RIBEIRO

Não haverá cobrança de ingresso ou couvert artístico, no entanto, em solidariedade a um dos maiores clarinetistas da atualidade, o músico Alexandre Ribeiro (SP), será passado o tradicional chapéu. Ale Ribeiro está enfrentando o desenvolvimento de alguns tumores nas regiões lombar e torácica da medula espinhal. O único método possível de recuperação é cirúrgico, muito provavelmente seguido de radioterapia e, possivelmente, também quimioterapia, e o tratamento custará mais de R$ 100.000,00. O dinheiro arrecadado nas quatro noites de Itajazz será destinado ao tratamento. Músicos de todo o Brasil têm feito este tipo de ação para ajudá-lo.

ITAJAZZ – A ORIGEM

No início dos anos 90 um grupo de amigos, que já vivia profissionalmente de música, foi para os Estados Unidos aprofundar seus conhecimentos musicais e tocar em casas de shows de New York, Las Vegas e Los Angeles. Apaixonados pelo jazz, quando voltaram ao Brasil deram início a um movimento que gerou o ITAJAZZ e foi precursor do Festival de Música de Itajaí.

Em 1992 os músicos Carlinhos Niehues, Arnou de Melo, Renato Rangel, Peninha e Louise Lucena, reuniam-se em casa para fazer releituras da Música Popular Brasileira e standards de Jazz. Depois de um ano tocando entre eles, decidiram procurar um lugar para mostrar o trabalho ao público. Tinha início em 1993 as quartas de Jazz no Célio´s Club. Em 1996, o projeto se consolidou como ITAJAZZ e passou a promover encontros com grandes nomes da Música Brasileira como Toninho Horta, Arismar do Espírito Santo, Beto Lopes, Renato Borghetti, Guinha Ramires, Bebe Kramer, Jorginho do Trompete, Ana Paula da Silva, Luiz Meira, Dr. Cipó, Sandro Haick, João Pedro Teixeira e Sergio Coelho.

100 ANOS DE JAZZ

O jazz tem muitos paralelos com o samba. Dois gêneros musicais que surgiram como forma de manifestação dos Africanos trazidos para o Continente Americano como escravos, ambos são símbolos dos seus países, foram fomentados no mesmo período histórico (final do século 19) e poucos meses separam seus primeiros registros fonográficos. O samba “Pelo Telefone”, composto por Donga foi registrado no final de 1916, e o primeiro disco de jazz foi gravado pela Original Dixieland Jass Band,  no início de 1917, com duas faixas “Dixie Jass Band One Step” e “Livery Stable Blues”.

100 ANOS DO MERCADO PÚBLICO DE ITAJAÍ

O Mercado Público de Itajaí, com arquitetura eclética, foi inaugurado em 1 de janeiro de 1917, na antiga “praia do rio”, hoje Praça Félix Busso Asseburg. Em 1936 o prédio sofreu um incêndio e, durante sua reforma, alguns aspectos da arquitetura foram modificados e adaptados ao estilo art déco. Após algumas intervenções, é reaberto no final de 1997, quando passa a ser chamado de Centro de Cultura Popular. O local, administrado pela Fundação Cultural de Itajaí, é tombado pelo patrimônio histórico municipal e estadual. Após ó último restauro, reabre ao público em 15 de junho de 2013. O Mercado Público reúne arquitetura; história; artesanato; tradições populares; gastronomia típica luso-açoriana e do litoral catarinense; exposições e interferências de diversos segmentos artísticos (literatura, dança, teatro, cinema e artes visuais), e uma Mostra do que há de melhor na Produção Musical de Itajaí.

Serviço:

ITAJAZZ – 22 Anos – Grandes Encontros

De 8 a 11 de agosto de 2017

Início: 21 horas

Local: Centro de Cultura Popular (Mercado Público Velho de Itajaí)

Praça Félix Busso Asseburg – Centro

Itajaí | Santa Catarina | Brasil

Entrada Franca

 

 

PROGRAMAÇÃO ITAJAZZ 2017 – De 08 a 11 de Agosto (de terça a sexta) Local: Centro de Cultura Popular – Mercado Público Velho de Itajaí  

Terça – Dia 08/08

21:00 – BRUNO MORITZ TRIO

22:00 – LILY BLUMERANTS e Banda Itajazz

Quarta – Dia 09/08 

21:00 – GANDHI MARTINEZ QUINTETO  

22:00 –  LEO GARCIA e Banda Itajazz

Quinta – Dia 10/08 

21:00 –  MÚSICA ORGÂNICA

22:00 –  MARIO CONDE e Banda Itajazz  

Sexta – Dia 11/08 

21:00 – QUINTETO ENRAIZADOS

22:00 –  DANIEL D’ALCANTARA e Banda Itajazz   

Jam Session com abertura da Banda Itajazz todas as noites às 23 horas. 

 

Link no YouTube:

Itajazz – 20 Anos – Grandes Encontros

https://www.youtube.com/playlist?list=PLexNMuSDP3aTiZxbuhaVYJHK-HMegbUlD

Facebook:

https://www.facebook.com/ITAJAZZ.SC.BRASIL/

Mais Informações:
Mirian Arins: (47) 99965-4637
Louise Lucena: (47) 99661-8586
Peninha: (47) 99985-5481
Mirian Arins (DRT SC 01762 JP): (47) 9965-4637
upa.arte@gmail.com – upacultura.wordpress.com
24 de julho de 2017.

 

 

RELEASES E FOTOS DOS ARTISTAS NA SEQUÊNCIA:  

BRUNO MORITZ TRIO

Premiado acordeonista, compositor, arranjador e produtor musical, a trajetória artística de Bruno Moritz confunde-se com sua própria história de vida. Moritz iniciou seus estudos musicais ainda na infância em Brusque (SC), sua cidade natal. Mais tarde, estudou piano na antiga ULM (Universidade Livre de Música) em São Paulo, cursou Composição e Regência na USP e formou-se em Licenciatura em Música pela Universidade do Vale do Itajaí (Univali).

Ao longo de sua carreira, já dividiu o palco com admiráveis artistas como Sivuca, Dominguinhos, Oswaldinho do Acordeon, Richard Galliano, Renato Borghetti e Alegre Corrêa para citar alguns. É regente e fundador da Orquestra de Acordeon de Brusque. Músico experiente, arranjador minucioso, compositor inspirado, Bruno Moritz é hoje um dos grandes nomes da música brasileira. O reconhecimento do seu trabalho se concretiza na forma de prêmios que vem acumulando nos últimos anos.

Em 2014, foi o vencedor do Prêmio da Música Catarinense na categoria Melhor Álbum com o CD Tempero Brasileiro. Com esse mesmo trabalho, em 2015, figurou na lista dos 15 Melhores Instrumentistas da seleção Os 100 Melhores da Música Brasileira de 2014, elaborada pelo crítico musical Ed Félix e publicada no site Embrulhador. De 2007 a 2012, colecionou prêmios como acordeonista entre eles, o 1º lugar no 1º Concurso Internacional de Acordeon, promovido pela Associação dos Acordeonistas do Brasil (Jaú – SP); 1º lugar no Festival Roland de Acordeon (São Paulo – SP) e 1º lugar no Prêmio Nabor Pires Camargo (Indaiatuba – SP); e um disputado 4º lugar na 62ª Copa Mundial de Acordeonistas (Auckland – Nova Zelândia) e na 65ª Copa Mundial de Acordeonistas (Spoleto – Itália).

No ITAJAZZ 2017 Bruno Moritz estará acompanhado dos músicos Rafael Calegari (baixo) e Mauro Borghezan (bateria), que participaram dos últimos trabalhos gravados do acordeonista, os premiados CD “Tempero Brasileiro” e DVD “Titoco ao Vivo”, e recentemente realizaram uma turnê pelos estados de Santa Catarina e Rio Grande do Sul, em uma apresentação que mostra toda a técnica e sensibilidade de um grupo com poucos instrumentos, em que cada um é exigido individualmente ao máximo.

SITE:

http://www.brunomoritz.com/

FACEBOOK:

https://www.facebook.com/BrunoMoritz/

LINKS PARA MÚSICAS:

Bruno Moritz – FORRÓ BACHIANO – DVD “Titoco ao Vivo”

https://www.youtube.com/watch?v=SxmYhKImxBs

Bruno Moritz – ZOIÚDO – CD “Tempero Brasileiro”

https://www.youtube.com/watch?v=6AVPZoANG7M

BRUNO MORITZ – foto Rafa Santos.

———————————————————- 

LILY BLUMERANTS

Nasceu em Santa Catarina, na cidade de Itajaí. Aos 13 anos começou a se apresentar cantando em programas de calouros pelo estado. Aos 18 anos já cantava profissionalmente em bandas renomadas de bailes. Mas foi somente aos 24 anos que começou sua carreira de compositora, quando gravou seu primeiro compacto LILITH, em São Paulo, pelo selo Lira Paulistana, onde também gravou vocais com Itamar Assumpção no primeiro disco, fazendo parte da chamada “Vanguarda Paulista” na década de 80.

De volta a Santa Catarina, anos mais tarde, forma o grupo Influência do Jazz Quartet com quem gravou o primeiro CD do gênero e divulgou a música brasileira por vários países da Europa em turnês regulares.

Atualmente, Lily Blumerants é produtora do projeto JAM NO MAJ – Jazz no Jardim do Museu de Arte de Joinville, que reúne músicos do gênero de várias regiões do Brasil, Argentina e Uruguai em edições anuais desde 2011. Também se apresenta com a JOINVILLE JAZZ BIG BAND e circula com seu trabalho autoral do disco “Criaturas”.

ÁLBUM AUTORAL “CRIATURAS” – gravado no Rio de Janeiro, o álbum teve a produção musical do violonista MURI COSTA, que tem uma carreira de mais de 15 anos acompanhando Dorival Caymmi e sua família. São 10 canções autorais, algumas em parceria – com o escritor Domingos Pellegrini, o compositor Serginho Almeida e a cantora e compositora Miriam Mirah (Tarancón, Raíces de América) e o próprio Muri Costa com quem divide duas composições. Os músicos convidados são bastante conceituados, como Jaques Morelenbaum (violoncelo), Gabriel Grossi (harmônica), Marcelo Costa (bateria), Danilo Andrade (piano elétrico), Jefferson Lescowich (contrabaixo acústico), Quarteto Primo (vocais), Rafael Caneca (guitarra), Juninho (trompete) e o próprio Muri Costa (violões e vocais).

DISCOGRAFIA

“LILITH” – 1984; “INFLUÊNCIA DO JAZZ” – 2000; “LILY BLUMERANTS” – 2005; “BRAZILIAN WAVE” – ao vivo em Bruxelas – 2010; “BAR REQUEST” – Classic Rock – Acústico DVD e CD – 2011; “CRIATURAS” – álbum autoral – 2012; “JAZZ’N ROLL” – 2014.

SITE:

www.lilyblumerants.com.br

FACEBOOK:

https://www.facebook.com/LILY-BLUMERANTS-216229715105482/

LINKS PARA MÚSICAS:

Lily Blumerants – VENTO NORTE – DVD “Criaturas”

https://www.youtube.com/watch?v=_eNqylF2-Ig

Lily Blumerants – ESPINHO – DVD “Criaturas”

https://www.youtube.com/watch?v=HH-XNUEfEiA

LILY BLUMERANTS – foto José Ignacio.

———————————————————-

 GANDHI MARTINEZ QUINTETO  

Gandhi Martinez é compositor e pianista. Iniciou seus estudos de piano ainda na infância quando morava com sua família na cidade de São Paulo e já na adolescência começou a tocar na noite paulistana com seu pai Clóvis Martinez, que também é músico. Em Santa Catarina graduou-se em Licenciatura em Música (UNIVALI – Itajaí) e atualmente cursa Mestrado em Composição Musical (UDESC – Florianópolis). Já fez aulas e workshops com referências musicais como Hermeto Pascoal, Guinga, André Marques, André Mehmari, Nelson Ayres, Arismar do Espírito Santo, Fábio Torres, Laércio de Freitas, Marco Pereira, Alegre Corrêa, Turi Collura entre outros. Possui um CD e dois DVDs gravados com composições autorais, sendo que o CD ‘Em meio Há tudo’ figurou na lista dos 21 melhores álbuns de música instrumental de 2015 elaborada pelo crítico musical Ed Félix (site embrulhador.com).

Atualmente, com o ‘Gandhi Martinez Quinteto’, o músico apresenta algumas músicas do seu mais recente DVD, que foi gravado no mirante do Parque Unipraias em Balneário Camboriú, mas também trás algumas composições inéditas. O time de músicos que o acompanha é formado por Guilherme Ledoux (bateria), Juamp Carranza (baixo acústico), Matheu Moresco (vibrafone) e Sebastiàn Cavallaro (sax alto).

O tempero e a essência da música brasileira são elementos muito evidentes neste trabalho, principalmente o choro e a bossa nova, porém há muito diálogo com a música latina, o jazz e a música erudita. Portanto, as composições não se prendem a conceitos estilísticos estáticos, elas refletem nitidamente as influências musicais do compositor de maneira sensível e espontânea. O trabalho de Gandhi Martinez acompanha o olhar contemporâneo do fazer artístico onde não existem fronteiras que limitam a criatividade. Suas composições vêm construindo uma identidade poética cada vez mais marcante e inconfundível.

SITE:

www.gandhimartinez.com

FACEBOOK:

https://www.facebook.com/GandhiMartinezMusic  

LINKS PARA MÚSICAS:

Gandhi Martinez – DVD ao Vivo

https://www.youtube.com/watch?v=wHzkJbGcxKY

Gandhi Martinez – EL SOL – DVD ao Vivo

https://youtu.be/nDfxGZT8MpY?t=121

GANDHI MARTINEZ QUINTETO – foto Pedro da Costa.

———————————————————-

 LEO GARCIA 

Leo Garcia, natural de Porto Alegre, é radicado em Florianópolis desde 1997, e seu trabalho vem influenciando e contribuindo para a formação de muitos músicos locais, seja através de sua atuação como instrumentista e compositor, ou como professor em diversas instituições de ensino musical, entre elas a UDESC, onde lecionou por oito anos diversas disciplinas teóricas e práticas nos cursos de graduação em Música.

Com sólida vivência internacional, já se apresentou em palcos de diversos países da Europa. Em 2011 realizou duas turnês pela Itália, a primeira a convite da cantora/compositora norte-americana Elisabeth Cutler, e a segunda a convite de músicos italianos, atuando em mais de vinte apresentações por todo o país.

Construindo sua carreira por muitos anos como violonista/guitarrista, vem ultimamente consolidando seu trabalho como pianista/tecladista, concentrando-se no seu trabalho autoral, através do Leo Garcia Trio, juntamente com Cristian Faig (flauta, escaleta, voz, percussão), e Pablo Lazarte (violão). Este trabalho propõe uma combinação única de diversos estilos musicais, onde se mistura elementos das músicas tradicionais de seus países de origem Brasil e Argentina, filtrados pela ótica do jazz e do pop, entre outros gêneros denominadores comuns na formação musical dos três músicos. Atuando juntos desde o início deste ano, recentemente realizaram shows no Teatro Álvaro de Carvalho (TAC), e no Jurerê Jazz Festival 2017.

Convidado a participar do Itajazz – Grandes Encontros, Leo Garcia irá apresentar parte de seu trabalho de compositor, além de releituras de standards do jazz, pop e música brasileira.

SITE:

http://leogarciamusic.com/pt/inicio

FACEBOOK:

https://www.facebook.com/leogarciamusic

LINKS PARA MÚSICAS:

Leo Garcia – SCENERY (2016)

https://www.youtube.com/watch?v=uOUMCStI_ig

Leo Garcia – LIQUID LIGHTS (2014)

https://www.youtube.com/watch?v=FqzVM5J-Rg8

LEO GARCIA – foto André Maia.

———————————————————-

 MÚSICA ORGÂNICA  

Com uma combinação de música brasileira, amizade e fortes ideais o Música Orgânica compõe um som próprio e novo. Formado por três músicos, o grupo vem conquistando seu público e surpreendendo por onde passa. André de Miranda (voz w cordas), Cezinha Silva (contrabaixo) e Carlinhos Ribeiro (percussão) impressionam pela sintonia e boa energia que transmitem através de suas composições e seus desempenhos nos palcos. A expressão “orgânica” se encaixou perfeitamente com a filosofia das composições, são músicas que buscam elevar as pessoas a uma reflexão a respeito de temas como a preservação ambiental, o respeito à vida, ao corpo e ao próximo.

Em 2015 depois de circular com vários artistas e de trabalhar com releituras e repertorio cover, o trio de amigos resolve investir em um trabalho próprio. Já possuíam algumas canções, e com a união de alguns parceiros, resolvem investir na música autoral. Com o planejamento da gravação de seu primeiro CD para 2016 o grupo começou a circular por cidades catarinenses como Itajaí, Florianópolis, Brusque, Joinville, Blumenau entre outras, além de passar por outros estados como Paraná e São Paulo. No início de 2016 foi um dos três grupos catarinenses selecionados para representar o estado na FIMS (Feira Internacional da Música do Sul) em Curitiba.

Em agosto de 2016 o grupo lança seu primeiro disco intitulado “O dia do despertar”, e segue com shows por cidades como São Paulo, Campinas, Sorocaba, Curitiba, Florianópolis, Joinville e em novembro de 2016 o grupo realiza sua primeira tour internacional pela Argentina. Foram oito shows em sete cidades em importantes locais como o Teatro Municipal de Bahia Blanca, o Festival internacional de Percussão “Rosário Repercute”, e o tradicional clube de jazz Boris Club em Buenos Aires.

Em fevereiro de 2017 foi uma das atrações de um dos maiores festivais de música do Brasil, o Psicodália, onde tocou ao lado de grandes nomes da música Brasileira como Ney Matogrosso, Erasmo Carlos, Sá e Guarabira, Céu, Liniker entre outros. No mês de abril foi indicado entre cinco finalistas do “Prêmio Profissionais da Música 2017”, na categoria Artista MPB, realizado em Brasília-DF.

Desde o início desta caminhada o Música Orgânica sempre valorizou a preservação ambiental, cultural e histórica do nosso povo, e busca sempre um contato maior com esses aspectos. A distribuição de mudas de arvores já é tradicional em seus shows.

Depois de vários estudos o grupo passou a utilizar uma afinação alternativa em seus instrumentos, a frequência de 432 Hertz (Hz), conhecida como a afinação orgânica. Segundo diversas teorias, esta frequência produz vibrações mais harmônicas quando comparada a frequência padrão mundial estabelecida em 440 (Hz). A afinação em 432 Hz foi usada na gravação do disco “O dia do despertar”, que tem a produção musical assinada pelo músico e produtor argentino Marcos Archetti.

Música Orgânica vem escrevendo uma bela história por onde passa. Música natural, tocada e cantada com o coração, que fala dos ensinamentos do avô, da simplicidade, do contato com a natureza, do despertar, do acreditar.

SITE:

www.musicaorganica.art.br

FACEBOOK:

https://www.facebook.com/musicaorganica.art.br

LINKS PARA MÚSICAS:

Música Orgânica – EU SOU – Palco SC 2015

https://www.youtube.com/watch?v=b60zOi2xK0M

Música Orgânica – SER JOÃO BASTA – Palco SC 2015

https://www.youtube.com/watch?v=PAKbS-G3nZc

MÚSICA ORGÂNICA – foto Isadora Manerich.

———————————————————-

MARIO CONDE

Mario Conde, carioca radicado em Curitiba, chega aos seus 30 anos de carreira dedicados à música brasileira universal, passando por grupos como Sotak, o antológico Impacto Impar, Dr. Cipó e Na Tocaia, todos com registros fonográficos no Brasil e na Europa. Grupos que permanecem vivos, porém inativos, com registros pouco difundidos pela mídia, feitos de maneira independente ou não, mas, de qualquer maneira, ficando restritos e acessíveis somente a poucos ouvidos.

Nesses anos desenvolveu trabalhos ao lado de grandes mestres da música brasileira, tais como Arismar do Espírito Santo, Robertinho Silva, Nailor Proveta, Vinícius Dorin, Leo Gandelman, Arthur Maia, Carlos Malta, Márcio Bahia, André Marques, Duofel, Ademir Cândido, Fábio Torres, Gabriel Grossi, Cláudio Roditi, Daniel D’Alcântara, François de Lima, Marco Lobo e Hermeto Pascoal, dentre muitos outros.

Ao lado do mestre Raul de Souza, colaborando em seu grupo há mais de uma década, integrou inúmeras turnês nacionais e internacionais, além da participação em dois CDs e um DVD, junto à nomes como João Donato, Hector Costita, Altamiro Carrilho, Filó Machado, Ed Mota, Maurício Einhorn, Ron Carter e Richard Bona.

Colaborador há alguns anos da OABS de Curitiba, participou de CDs com Léa Freire, Gabrielle Mirabassi e DVDs com André Mehmari e Arrigo Barnabé. Acompanhou, além desses, nomes como Joyce Moreno, Emílio Santiago, Nelson Ayres, Nenê Baterista e, mais recentemente, o mestre Egberto Gismonti.

No DVD Mário Conde Guitarra Brasil Universo vem fechando mais um ciclo iniciado em 2011 com seu primeiro CD autoral (Guitarra Brasil Universo), que agora recebe novas versões e arranjos numa performance ao vivo e emocionante.

CANAL DO YOUTUBE:

https://www.youtube.com/channel/UC-V3FgV0vBpE85IW_Hkvi4A

FACEBOOK:

https://www.facebook.com/Mario-Conde-549412118426190/

LINKS PARA MÚSICAS:

Mario Conde – SAMBÔ – DVD Guitarra Brasil Universo

https://www.youtube.com/watch?v=HI3icVC-hzk

Mario Conde – FREVO APAIXONADO – DVD Guitarra Brasil Universo

https://www.youtube.com/watch?v=gAk6h0Ap1VM

MARIO CONDE foto Mariama Lopes.

———————————————————-

QUINTETO ENRAIZADOS 

Vários países, cidades, linguagens artísticas e estilos musicais. A diversidade sem dúvidas é uma das características marcantes deste projeto musical e do primeiro CD do Quinteto Enraizados, lançado em 2016. O grupo é formado por músicos oriundos de diferentes localidades do Brasil e Argentina que encontraram na cidade Joinville (SC) a base para a realização de suas experimentações musicais. Integram o Quinteto Enraizados os músicos Marcos Archetti (contrabaixo), Edilson Forte (piano), Gledison Zabote (saxofones), Rafael Vieira (bateria) e Gabriel Vieira (violino).

Neste trabalho, que leva o nome do grupo, é possível perceber as influências musicais tanto brasileiras como argentinas mescladas ao jazz. O Quinteto Enraizados desenvolve um repertório formado na sua totalidade por composições próprias. Para Marcos Archetti o Enraizados simboliza o encontro humano através da arte, uma busca de identidade, mas sem se limitar ao mais próximo e familiar, senão com o claro desejo de transcender fronteiras não só físicas, mas também culturais. Apesar de Enraizados em lugares, costumes e sons que não são aqueles de onde eles vêm, os músicos encontraram uma linguagem própria e comum que se traduz numa proposta artística original.

O projeto iniciou como um duo formado pelos músicos Marcos Archetti, de La Plata, estado de Buenos Aires – Argentina; e Edilson Forte (Tatu), de Ourinhos, estado de São Paulo – Brasil. Os dois artistas encontraram-se na cidade de Joinville – Santa Catarina, numa busca musical de corações abertos, porém com um sentimento forte das suas culturas musicais. Nessa mistura apareceram composições autorais e releituras de músicas de artistas como: Hermeto Pascoal, Astor Piazzolla, Rubén Rada e Egberto Gismonti, entre outros.

Tratou-se de uma busca que procurou não apenas aprofundar, mas também ampliar a linguagem da música popular de raiz, dentro de uma conversa entre piano e contrabaixo numa interação repleta de situações que iam da musica cuidadosamente arranjada à extrema liberdade e improvisação.

Posteriormente o duo incorporou mais músicos até tornar-se um quinteto. Primeiramente agregou ao grupo o saxofonista Gledison Zabote e logo após o baterista Rafael Vieira (depois da passagem de Mauro Borghezan) e finalmente Gabriel Vieira, no violino. Esta formação permitiu ao grupo encarar um trabalho de arranjos mais elaborados, além de abrir exponencialmente as possibilidades de combinações de timbres e orquestração, sempre dentro da linha original, onde a interação e a improvisação também têm papéis muito importantes.

SOUNDCLOUD:

https://soundcloud.com/user-380621963

FACEBOOK:

www.facebook.com/quintetoenraizados 

LINK PARA MÚSICA:

Quinteto Enraizados – ENRAIZADOS (Marcos Archetti) – CD Enraizados

https://www.youtube.com/watch?v=FF7tYF-k_t4

QUINTETO ENRAIZADOS – foto Mariá Zabote.

———————————————————-

DANIEL D’ALCANTARA

Bacharel em Trompete pela Universidade de São Paulo (ECAUSP), iniciou seus estudos musicais com seu pai, o trompetista Magno D’Alcântara. De 1992 a 1998, integrou a Orquestra Experimental de Repertório. Lecionou em vários eventos musicais, incluindo o Festival de Inverno de Campos do Jordão (2000), Festival de Verão de Brasília (2000 e 2001), Festival de Inverno de Tatuí/SP (2002 e 2004), Oficina de Música de Curitiba (2006/09/10 e 2012), além de ter feito parte do corpo docente do Conservatório Musical de Tatuí, como professor de Trompete Popular MPB, por cinco anos (1997/2002).

Participou de turnês de rock no Brasil, com a banda Deep Purple e o cantor Alice Cooper, além de acompanhar grandes artistas nacionais como João Donato, Roberto Menescal, Ivan Lins, Leny Andrade, Joyce, Claudete Soares, Filó Machado, Rosa Passos, Milton Nascimento, Max de Castro, Pedro Mariano, Eugenia Melo e Castro.

Em 2001 gravou seu primeiro CD, “Horizonte”, em parceria com o baterista Edu Ribeiro. Participou do “Chivas Jazz Festival 2003”, integrando o noneto do saxofonista americano Lee Konitz. Como solista convidado da Orquestra Jazz Sinfônica, participou de duas estreias mundiais, sendo uma em 2004, com a obra “Thaddeus”, de Alexandre Mihanovich, e em 2005, no Festival de Inverno de Campos do Jordão, com a obra “Brasilianas Nº 4”, de Cyro Pereira (sob a regência do próprio compositor).

Desde abril de 2005, a convite da fábrica de instrumentos musicais Weril, ministra Workshops de Música Instrumental Brasileira em diversos Conservatórios e Universidades na Europa, passando por países como: Itália, França, Alemanha, Inglaterra, Rússia, Bélgica, Estônia e Espanha. Em 2007 participou da Big Band formada por músicos brasileiros para executar as obras da Maestrina e Compositora Maria Schneider, sob regência da própria, no Festival de Jazz de Ouro Preto/MG.

Atualmente leciona no Centro de Estudos musicais Tom Jobim (ULM), Faculdade Souza Lima/Berklee e também na Escola Municipal de Música de São Paulo. É integrante da “Soundscape Big Band Jazz” como também é trompetista solista da Orquestra Jazz Sinfônica do Estado de São Paulo e participa constantemente de gravações e shows de música instrumental brasileira.

SITE:

http://danieldalcantara.com/

FACEBOOK:

https://www.facebook.com/DanielDAlcantaraTrompete/

LINKS PARA MÚSICAS:

Daniel D’Alcantara Quinteto Ao Vivo SESC IPIRANGA

https://www.youtube.com/watch?v=_oj4lT1v9pY

Daniel D’Alcantara Quinteto – SAMBA VISCOSO (Daniel D’Alcantara)

https://www.youtube.com/watch?v=E59znQVWNVk

DANIEL DALCANTARA – foto Andre Mortatti.

JJBB realiza Oficina de Prática de Big Band e três Concertos em Julho

Os músicos inscritos na ação Novos Talentos da Joinville Jazz Big Band participam neste sábado (01), do terceiro módulo da Oficina de Prática de Big Band para os Novos Talentos. A atividade é coordenada pelo diretor musical da JJBB, Marcos Archetti, e acontece das 14 às 18 horas, na Casa da Cultura Fausto Rocha Júnior, em Joinville.

Na próxima semana a Joinville Jazz Big Band realiza três concertos gratuitos ao público. Sábado (08), a apresentação será às 12h30min, na Escola Municipal Pastor Hans Müller. Já no Domingo (09), tem shows às 11 horas, na Feira do Príncipe, e às 15 horas, na unidade do Sesc do bairro Vila Nova.

jjbb-no-tac-29-11-2016-dsc_0155-foto-mirian-arins

Show da Joinville Jazz Big Band no TAC 7:30, dia 29/11,2016, no Teatro Álvaro de Carvalho, em Florianópolis – SC. Foto: Mirian Arins.

Novos Talentos

Mais de 40 alunos participam da ação Novos Talentos, que faz parte do projeto Joinville Jazz Big Band para 2017, com patrocínio da Prefeitura de Joinville e da Secretaria de Cultura e Turismo, por intermédio do Sistema Municipal de Desenvolvimento pela Cultura – SIMDEC, modalidade Manutenção de Grupo.

Além de seis módulos da Oficina de Prática de Big Band, os inscritos participarão da Oficina de Técnica de Improvisação, aplicada pelo diretor geral e produtor executivo do projeto, Gledison Zabote, em quatro módulos; de seis Ensaios por Naipes e seis Ensaios Gerais, onde os músicos integrantes da JJBB e os Novos Talentos trocaram conhecimentos e conceitos de uma Big Band. As oficinas e participação nos ensaios são gratuitas aos alunos, como uma das formas de contrapartida social do projeto.

“Com esta iniciativa a Joinville Jazz Big Band dá mais um importante passo para implementar uma escola de jazz, com o intuito de capacitar futuros músicos com conhecimentos técnicos e teóricos. Além da manutenção e aprimoramento do grupo atual, o projeto está habilitando “Novos Talentos”, através de Oficinas realizadas entre os integrantes da JJBB e músicos da cidade de Joinville e região com interesse nesta linguagem musical”, defende Zabote.

Paralelamente, os integrantes da JJBB participam da capacitação continuada em encontros quinzenais, realizados as segundas-feiras, a partir das 19 horas, no Sesc. As atividades tiveram início no dia 16 de janeiro, e contemplam além dos Ensaios por Naipes e Ensaios Gerais, a Oficina “Ritmo e Harmonia do Sul”, ministrada por Marcos Archetti, e dividida em dois encontros de quatro horas; e a Oficina “Improvisação Melódica – Léxico e Tradição”, aplicada por Gledison Zabote, em um encontro de quatro horas.

Como forma de contrapartida social, o desenvolvimento do trabalho realizado com os integrantes da Joinville Jazz Big Band, será apresentado na forma de seis Concertos Didáticos, em diversos locais e projetos do município, com acesso gratuito ao público.

Cartaz Novos Talentos JJBB2017

Joinville Jazz Big Band

Primeira Big Band Jazzística do município de Joinville, a Joinville Jazz Big Band foi idealizada pelo músico Gledison Zabote e iniciou os trabalhos em setembro de 2011. De forma voluntária, músicos profissionais e amadores que possuíam interesse em aprender e desenvolver a linguagem do jazz nesta formação, mas que não encontravam espaços formais para aprimorá-la, decidiram montar a Big Band e iniciar os primeiros ensaios.

Sob a coordenação de Gledison Zabote e direção musical de Marcos Archetti, 17 instrumentistas, divididos em quatro naipes (saxofones/flautas, trombones, trompetes e seção rítmica), executam um variado leque de propostas estilísticas, que vai do jazz ao maracatu, com foco em um repertório mais autoral, com temas compostos e arranjados pelos músicos da Joinville Jazz Big Band, que farão parte do primeiro CD do grupo.

Com apoio do Sistema Municipal de Desenvolvimento pela Cultura – SIMDEC realiza um projeto de formação continuada com capacitação em harmonia/improvisação, capacitação rítmica, elaboração de arranjos originais, ensaios por naipe e ensaio geral.

Este trabalho transformou a Joinville Jazz Big Band em referência de qualidade musical, lotando todas as apresentações que tem realizado. Destacam-se os concertos com participação do baterista Sergio Gomes e da cantora Ana Paula da Silva, em 2013, no Teatro do Sesc Joinville. Em 2014, os concertos com arranjos e regência de Rafael do Santos no Porão da Liga; com arranjos de Marcos Archetti e participação do Quarteto Enraizados, no Teatro do Sesc Joinville; no Panorama Musical do Sesc em Jaraguá do Sul; e dois shows no Teatro do Sesc Joinville. Em 2015, Concerto de Aniversário no Teatro Juarez Machado, com participações da cantora Lily Blumerants e do trombonista Sergio Coelho; e no Aldeia Palco Giratório do Sesc, no Teatro Municipal de Itajaí, com participações de Lily Blumerants e Sergio Coelho. Em 2016, o Show de 5 Anos da Joinville Jazz Big Band, com participações especiais dos músicos Alegre Corrêa, Gabriel Vieira e Lily Blumerants, no Teatro Juarez Machado; e o Show no TAC 7:30, com Lily Blumerants, Alegre Corrêa e Gabriel Vieira, no Teatro Álvaro de Carvalho.

Formação:
Saxofones/flautas: Ernst Klipp (coordenador de naipe, sax tenor e flauta), Jônatas Silveira (sax alto), Manoel Coutinho Madruga (sax alto), André Leitzke (sax tenor), e Eduardo Santos (sax barítono e flauta). Trombones: Everton Luis Alves (coordenador de naipe), Eliton Faria, Misael Kautnick, e Ezequiel dos Santos. Trompetes: Jairo Alexandre Espindula (coordenador de naipe), Joel Roberto de Moraes, Jonatan de Souza Nunes, e Jedielson Soares. Sessão Rítmica: Michel Falcão (coordenador de naipe e contrabaixo), Rafael Vieira (bateria), Fabio Oliveira (piano), e Cledemilson Silva (guitarra). Direção Geral e Produção Executiva: Gledison Zabote. Direção Musical e Arranjos: Marcos Archetti. Codireção Musical e Administrativa: Cledemilson Silva.

 

SERVIÇO: 

Oficina de Prática de Big Band

com Marcos Archetti

Dia 01/07 – Sábado – Das 14 às 18 horas 

Local: Casa da Cultura Fausto Rocha Júnior

Rua Dona Francisca, 800 – Saguaçu – Joinville – SC

 

Apresentação da Joinville Jazz Big Band

Escola Municipal Pastor Hans Müller

Dia 08/07 – Sábado – Às 12h30min

Rua Pastor Hans Müller, 102 – Glória – Joinville – SC

Gratuita

 

Apresentação da Joinville Jazz Big Band

Feira do Príncipe

Dia 09/07 – Domingo – Às 11 horas 

Praça Nereu Ramos – Centro – Joinville – SC

Gratuita

 

Apresentação da Joinville Jazz Big Band

Sesc Vila Nova

Dia 09/07 – Domingo – Às 15 horas 

Rua Alwin Pasold, s/nº – Vila Nova – Joinville – SC

(fundos da Subprefeitura Regional Oeste)

Gratuita

 

Mais informações:

 

Facebook:

https://www.facebook.com/JoinvilleJazzBigBand

Blog:

https://upacultura.wordpress.com

 

Canal da JJBB no YouTube:

https://www.youtube.com/channel/UCoW-Xpy8NNB0ySNyznp884w

 

Vídeos do tema Maracatu pro Carlota (Gledison Zabote):

https://www.youtube.com/watch?v=19-0WSPS114&index=4&list=PLI3ZP9TugZyOz0Xmbx7njxeJphLZXv5Hw

 

Mais Informações:
Marcos Archetti: (47) 99623-5799
Mirian Arins: (47) 99965-4637
upa.arte@gmail.com – upacultura.wordpress.com
30 de junho de 2017.
Fotos: Mirian Arins.
Jornalista responsável: Mirian Arins (DRT SC 01762 JP)

JJBB realiza segundo módulo da Oficina de Prática de Big Band com Novos Talentos

A Joinville Jazz Big Band realiza neste sábado (06), o segundo módulo da Oficina de Prática de Big Band para os Novos Talentos. A atividade é coordenada pelo diretor musical da JJBB, Marcos Archetti, e acontece das 14 às 18 horas, na Casa da Cultura Fausto Rocha Júnior, em Joinville.

A primeira etapa, realizada em 18 de março, contou com a presença de cerca de 50 alunos, superando as expectativas iniciais das 40 vagas disponibilizadas no período de inscrição. Esta ação, denominada Novos Talentos, faz parte do projeto Joinville Jazz Big Band para 2017, e tem o patrocínio da Prefeitura de Joinville e da Secretaria de Cultura e Turismo, por meio do Sistema Municipal de Desenvolvimento pela Cultura – SIMDEC, modalidade Manutenção de Grupo.

Além de seis módulos da Oficina de Prática de Big Band, os inscritos participarão da Oficina de Técnica de Improvisação, aplicada pelo diretor geral e produtor executivo do projeto, Gledison Zabote, em quatro módulos; de seis Ensaios por Naipes e seis Ensaios Gerais, onde os músicos integrantes da JJBB e os Novos Talentos trocaram conhecimentos e conceitos de uma Big Band. As oficinas e participação nos ensaios são gratuitas aos alunos, como uma das formas de contrapartida social do projeto.

“Com esta iniciativa a Joinville Jazz Big Band dá mais um importante passo para implementar uma escola de jazz, com o intuito de capacitar futuros músicos com conhecimentos técnicos e teóricos. Além da manutenção e aprimoramento do grupo atual, o projeto está habilitando “Novos Talentos”, através de Oficinas realizadas entre os integrantes da JJBB e músicos da cidade de Joinville e região com interesse nesta linguagem musical”, defende Zabote.

Paralelamente, os integrantes da JJBB participam da capacitação continuada em encontros quinzenais, realizados as segundas-feiras, a partir das 19 horas, na Escola Municipal Pastor Hans Müller. As atividades tiveram início no dia 16 de janeiro, e contemplam além dos Ensaios por Naipes e Ensaios Gerais, a Oficina “Ritmo e Harmonia do Sul”, ministrada por Marcos Archetti, e dividida em dois encontros de quatro horas; e a Oficina “Improvisação Melódica – Léxico e Tradição”, aplicada por Gledison Zabote, em um encontro de quatro horas.

Como forma de contrapartida social, o desenvolvimento do trabalho realizado com os integrantes da Joinville Jazz Big Band, será apresentado na forma de seis Concertos Didáticos, em diversos locais e projetos do município, com acesso gratuito ao público.

Show da Joinville Jazz Big Band no TAC 7:30, dia 29/11,2016, no Teatro Álvaro de Carvalho, em Florianópolis – SC. Foto: Mirian Arins.

Joinville Jazz Big Band

Primeira Big Band Jazzística do município de Joinville, a Joinville Jazz Big Band foi idealizada pelo músico Gledison Zabote e iniciou os trabalhos em setembro de 2011. De forma voluntária, músicos profissionais e amadores que possuíam interesse em aprender e desenvolver a linguagem do jazz nesta formação, mas que não encontravam espaços formais para aprimorá-la, decidiram montar a Big Band e iniciar os primeiros ensaios.

Sob a coordenação de Gledison Zabote e direção musical de Marcos Archetti, 17 instrumentistas, divididos em quatro naipes (saxofones/flautas, trombones, trompetes e seção rítmica), executam um repertório que alia clássicos do jazz e da música brasileira, a arranjos especialmente realizados para a formação de repertório mais moderno e obras autorais.

Com apoio do Sistema Municipal de Desenvolvimento pela Cultura – SIMDEC realiza um projeto de formação continuada com capacitação em harmonia/improvisação, capacitação rítmica, elaboração de arranjos originais, ensaios por naipe e ensaio geral.

Este trabalho transformou a Joinville Jazz Big Band em referência de qualidade musical, lotando todas as apresentações que tem realizado. Destacam-se os concertos com participação do baterista Sergio Gomes e da cantora Ana Paula da Silva, em 2013, no Teatro do Sesc Joinville. Em 2014, os concertos com arranjos e regência de Rafael do Santos no Porão da Liga; com arranjos de Marcos Archetti e participação do Quarteto Enraizados, no Teatro do Sesc Joinville; no Panorama Musical do Sesc em Jaraguá do Sul; e dois shows no Teatro do Sesc Joinville. Em 2015, Concerto de Aniversário no Teatro Juarez Machado, com participações da cantora Lily Blumerants e do trombonista Sergio Coelho; e no Aldeia Palco Giratório do Sesc, no Teatro Municipal de Itajaí, com participações de Lily Blumerants e Sergio Coelho. Em 2016, o Show de 5 Anos da Joinville Jazz Big Band, com participações especiais dos músicos Alegre Corrêa, Gabriel Vieira e Lily Blumerants, no Teatro Juarez Machado; e o Show no TAC 7:30, com Lily Blumerants, Alegre Corrêa e Gabriel Vieira, no Teatro Álvaro de Carvalho.

Nos shows o grupo apresenta um variado leque de propostas estilísticas, que vai do jazz ao maracatu, com foco em um repertório mais autoral, com temas compostos e arranjados pelos músicos da Joinville Jazz Big Band, que farão parte do primeiro CD do grupo.

Show de 5 Anos da Joinville Jazz Big Band, dia 08/09/2016, no Teatro Juarez Machado. Foto Mirian Arins.

Formação:
Saxofones/flautas: Ernst Klipp (coordenador de naipe, sax tenor e flauta), Jônatas Silveira (sax alto), Manoel Coutinho Madruga (sax alto), André Leitzke (sax tenor), e Eduardo Santos (sax barítono e flauta). Trombones: Everton Luis Alves (coordenador de naipe), Eliton Faria, Misael Kautnick, e Ezequiel dos Santos. Trompetes: Jairo Alexandre Espindula (coordenador de naipe), Joel Roberto de Moraes, Jonatan de Souza Nunes, e Jedielson Soares. Sessão Rítmica: Michel Falcão (coordenador de naipe e contrabaixo), Rafael Vieira (bateria), Fabio Oliveira (piano), e Cledemilson Silva (guitarra). Direção Geral e Produção Executiva: Gledison Zabote. Direção Musical e Arranjos: Marcos Archetti.

 

Mais informações:

Facebook:

https://www.facebook.com/JoinvilleJazzBigBand

Blog:

https://upacultura.wordpress.com

Canal da JJBB no YouTube:

https://www.youtube.com/channel/UCoW-Xpy8NNB0ySNyznp884w

Vídeos do tema Maracatu pro Carlota (Gledison Zabote):

https://www.youtube.com/watch?v=19-0WSPS114&index=4&list=PLI3ZP9TugZyOz0Xmbx7njxeJphLZXv5Hw

 

Mais Informações:
Marcos Archetti: (47) 99623-5799
Mirian Arins: (47) 99965-4637
upa.arte@gmail.com – upacultura.wordpress.com
05 de maio de 2017.
Fotos: Mirian Arins.
Jornalista responsável: Mirian Arins (DRT SC 01762 JP)

Joinville Jazz Big Band inicia 2017 com projeto de capacitação de novos talentos

A Joinville Jazz Big Band dá mais um importante passo para implementar uma escola de jazz. Além da manutenção e aprimoramento do grupo, o projeto apoiado pelo Sistema Municipal de Desenvolvimento pela Cultura, irá capacitar “Novos Talentos”, através de Oficinas realizadas entre os integrantes da JJBB e músicos da cidade de Joinville e região que tenham interesse em experimentar esta linguagem musical.

Nesta ação de expansão denominada Novos Talentos serão realizadas uma Oficina de Prática de Big Band, ministrada pelo Diretor Musical da JJBB, Marcos Archetti, em seis etapas de duas horas; uma Oficina de Técnica de Improvisação, aplicada pelo diretor geral e produtor executivo do projeto, Gledison Zabote, em quatro módulos de três horas e meia; seis participações como ouvinte durante os Ensaios por Naipes, com duração de uma hora a cada dois meses, quando os músicos integrantes da JJBB terāo a possibilidade de ensinar e transmitir o aprendido para estes estudantes; e seis participações como ouvinte durante os Ensaios Gerais, com duração de duas horas a cada dois meses, onde os alunos poderão absorver conceitos de uma big band.

“Nosso objetivo, desde o início dos trabalhos em 2011, foi consolidar o trabalho do grupo e transformar a JJBB em uma Escola de Jazz, com o intuito de capacitar futuros músicos com conhecimentos técnico e teórico. Através do Novos Talentos a Joinville Jazz Big Band completará mais uma etapa deste ciclo pedagógico”, argumenta Zabote.

O público alvo do Novos Talentos são alunos das escolas de músicas de Joinville, alunos da Casa da Cultura, músicos das bandas de igrejas, alunos da Banda do Corpo de Bombeiros, músicos autodidatas e afins. “A proposta da ação Novos Talentos tem um caráter agregador e não é direcionada apenas a jovens prodígios, mas tem por objetivo descobrir novas pessoas interessadas pela linguagem do Jazz, sem discriminação de idade ou nível musical”, explica Archetti.

As oficinas e participação nos ensaios são gratuitas aos alunos, como uma das formas de contrapartida social do projeto. Serão oferecidas 40 vagas e é necessário ter domínio mínimo do instrumento e conhecimento básico de leitura musical. O início das atividades será no dia 18 de março, na Escola Municipal Pastor Hans Müller. As inscrições podem ser feitas até o dia 11 de março pelo email: marcosarchettimusica@gmail.com .

Ficha de inscrição, baixe aqui: ficha-de-inscricao-novos-talentos

cartaz-novos-talentos-novo-logo-1

Capacitação Continuada

Em 2017 as atividades com os integrantes da JJBB tiveram início no dia 16 de janeiro. Este ano os Ensaios por Naipes serão gerenciados pelos coordenadores de núcleos: saxofones – Ernst Werner Klipp; trompetes – Jairo Alexandre Espindola; trombones – Everton Luis Alves; seção rítmica (cozinha) – Michel Falcão, com curadoria do Diretor Musical Marcos Archetti. Os encontros terão três horas de duração e serão realizados uma vez ao mês, alternados com os Ensaios Gerais.

Os Ensaios Gerais serão gerenciados pelo Diretor Musical e Coordenador de Ensaios Geral (Marcos Archetti) e pelo Auxiliar de Ensaios Gerais (Cledemilson da Silva) e acontecerão mensalmente (alternados com os Ensaios de Naipes), com três hora e meia de duração.

O foco principal da capacitação continuada é o desenvolvimento técnico para “Improvisação”, sob a ótica dos três principais elementos da música: Melodia, Harmonia e Ritmo. Para atender este objetivo será ministrada por Marcos Archetti a Oficina “Ritmo e Harmonia do Sul”, dividida em dois encontros de quatro horas; e a Oficina “Improvisação Melódica – Léxico e Tradição”, aplicada por Gledison Zabote, em um encontro de quatro horas.

Como forma de contrapartida social, o desenvolvimento do trabalho realizado pela Big Band, será apresentado na forma de seis Concertos Didáticos, em diversos locais e projetos do município, com acesso gratuito ao público.

A Joinville Jazz Big Band reúne-se quinzenalmente, a partir das 19 horas, na Escola Municipal Pastor Hans Müller, para as suas atividades de formação e ensaios. O projeto tem apoio cultural da Prefeitura de Joinville e Fundação Cultural de Joinville, por meio do Sistema Municipal de Desenvolvimento pela Cultura – SIMDEC.

jjbb-ensaio-geral-28-03-2016-13

Ensaio Geral da Joinville Jazz Big Band na Escola Municipal Pastor Hans Müller. Foto Mirian Arins.

Joinville Jazz Big Band

Primeira Big Band Jazzística do município de Joinville, a Joinville Jazz Big Band foi idealizada pelo músico Gledison Zabote e iniciou os trabalhos em setembro de 2011. De forma voluntária, músicos profissionais e amadores que possuíam interesse em aprender e desenvolver a linguagem do jazz nesta formação, mas que não encontravam espaços formais para aprimorá-la, decidiram montar a Big Band e iniciar os primeiros ensaios.

Sob a coordenação de Gledison Zabote e direção musical de Marcos Archetti, 17 instrumentistas, divididos em quatro naipes (saxofones/flautas, trombones, trompetes e seção rítmica), executam um repertório que alia clássicos do jazz e da música brasileira, a arranjos especialmente realizados para a formação de repertório mais moderno e obras autorais.

Com apoio do Sistema Municipal de Desenvolvimento pela Cultura – SIMDEC realiza um projeto de formação continuada com capacitação em harmonia/improvisação, capacitação rítmica, elaboração de arranjos originais, ensaios por naipe e ensaio geral.

Este trabalho transformou a Joinville Jazz Big Band em referência de qualidade musical, lotando todas as apresentações que tem realizado. Destacam-se os concertos com participação do baterista Sergio Gomes e da cantora Ana Paula da Silva, em 2013, no Teatro do Sesc Joinville. Em 2014, os concertos com arranjos e regência de Rafael do Santos no Porão da Liga; com arranjos de Marcos Archetti e participação do Quarteto Enraizados, no Teatro do Sesc Joinville; no Panorama Musical do Sesc em Jaraguá do Sul; e dois shows no Teatro do Sesc Joinville. Em 2015, Concerto de Aniversário no Teatro Juarez Machado, com participações da cantora Lily Blumerants e do trombonista Sergio Coelho; e no Aldeia Palco Giratório do Sesc, no Teatro Municipal de Itajaí, com participações de Lily Blumerants e Sergio Coelho. Em 2016, o Show de 5 Anos da Joinville Jazz Big Band, com participações especiais dos músicos Alegre Corrêa, Gabriel Vieira e Lily Blumerants, no Teatro Juarez Machado; e o Show no TAC 7:30, com Lily Blumerants, Alegre Corrêa e Gabriel Vieira, no Teatro Álvaro de Carvalho.

Nos shows o grupo apresenta um variado leque de propostas estilísticas, que vai do jazz ao maracatu, com foco em um repertório mais autoral, com temas compostos e arranjados pelos músicos da Joinville Jazz Big Band, que farão parte do primeiro CD do grupo.

Show da Joinville Jazz Big Band no Teatro Juarez Machado, dia 20/08/2015, em Joinville - SC. Foto Mariá Zabote.

Show da Joinville Jazz Big Band no Teatro Juarez Machado, dia 20/08/2015, em Joinville – SC. Foto Mariá Zabote.

Formação:
Saxofones/flautas: Ernst Klipp (coordenador de naipe, sax tenor e flauta), Jônatas Silveira (sax alto), Manoel Coutinho Madruga (sax alto), André Leitzke (sax tenor), e Eduardo Santos (sax barítono e flauta). Trombones: Everton Luis Alves (coordenador de naipe), Eliton Faria, Misael Kautnick, e Samuel Gessner. Trompetes: Jairo Alexandre Espindula (coordenador de naipe), Joel Roberto de Moraes, Jonatan de Souza Nunes, e Jedielson Soares. Sessão Rítmica: Michel Falcão (coordenador de naipe e contrabaixo), Rafael Vieira (bateria), Fabio Oliveira (piano), e Cledemilson Silva (guitarra). Direção Geral e Produção Executiva: Gledison Zabote. Direção Musical e Arranjos: Marcos Archetti.

 

Serviço:

Inscrição de Novos Talentos

Oficina de Prática de Big Band – com Marcos Archetti

Oficina de Técnicas de Improvisaçāo – com Gledison Zabote

Participações nos Ensaios por Naipes e nos Ensaios Gerais

Pré-requisitos: Domínio mínimo do instrumento e conhecimento básico de leitura musical.

Início das atividades: 18/03/2017

Inscrições até: 11/03/2017 pelo email: marcosarchettimusica@gmail.com

Inscrições Gratuitas

Baixe aqui a sua ficha de inscrição:

ficha-de-inscricao-novos-talentos

ficha-de-inscricao-novos-talentos

 

ficha-de-inscricao-novos-talentos-1
Canal da JJBB no YouTube:

https://www.youtube.com/channel/UCoW-Xpy8NNB0ySNyznp884w

 

Vídeos do tema Maracatu pro Carlota (Gledison Zabote):

https://www.youtube.com/watch?v=19-0WSPS114&index=4&list=PLI3ZP9TugZyOz0Xmbx7njxeJphLZXv5Hw

 

Facebook:

https://www.facebook.com/JoinvilleJazzBigBand

 

Mais Informações:
Marcos Archetti: (47) 99623-5799
Mirian Arins: (47) 99965-4637
upa.arte@gmail.com – upacultura.wordpress.com
24 de fevereiro de 2017.
Fotos: Mariá Zabote e Mirian Arins.
Jornalista responsável: Mirian Arins (DRT SC 01762 JP)

Domingo tem Concerto Didático da Joinville Jazz Big Band na Sociedade Cultural Lírica

A Joinville Jazz Big Band se apresenta neste domingo (11/12), nos Concertos Matinais da Fundação Cultural de Joinville. O Show será às 10h30min, na Sociedade Cultural Lírica, com entrada gratuita. Sob a coordenação de Gledison Zabote e direção musical de Marcos Archetti, 17 instrumentistas, divididos em quatro naipes (saxofones/flautas, trombones, trompetes e seção rítmica) executam um variado leque de propostas estilísticas que vai do jazz ao maracatu. Além do repertório autoral, que fará parte do primeiro CD do grupo, a apresentação traz clássicos do jazz arranjados especialmente para esta formação.

A apresentação faz parte da contrapartida social do Projeto Joinville Jazz Big Band – Manutenção de Grupos. A Joinville Jazz Big Band reúne-se todas as segundas, a partir das 19 horas, na Escola Municipal Pastor Hans Müller, para as suas atividades de formação e ensaios. O projeto tem apoio cultural do Sistema Municipal de Desenvolvimento pela Cultura – SIMDEC Joinville.

cartaz-a3-joinville-jazz-big-band-11-dezembro-2016

Joinville Jazz Big Band

Primeira Big Band Jazzística do município de Joinville, a Joinville Jazz Big Band foi idealizada pelo músico Gledison Zabote e iniciou os trabalhos em setembro de 2011. De forma voluntária, músicos profissionais e amadores que possuíam interesse em aprender e desenvolver a linguagem do jazz nesta formação, mas que não encontravam espaços formais para aprimorá-la, decidiram montar a Big Band e iniciar os primeiros ensaios. No final de 2012 o Grupo teve seu primeiro projeto aprovado no mecenato de Joinville, o que possibilitou um ano de formação, ensaios e shows.

Após um período sem apoio institucional, o Grupo volta a receber o incentivo da Prefeitura Municipal de Joinville, por meio do Sistema Municipal de Desenvolvimento pela Cultura – SIMDEC / Fundação Cultural de Joinville, Projeto Joinville Jazz Big Band, modalidade Manutenção de Grupos. Com estes recursos, a Joinville Jazz Big Band retoma em 2015 o projeto de formação continuada com capacitação em harmonia/improvisação, capacitação rítmica, elaboração de arranjos originais, ensaios por naipe e ensaio geral. Como contrapartida, serão realizados seis concertos gratuitos em diversos locais da cidade.

Este trabalho transformou a Joinville Jazz Big Band em referência de qualidade musical, lotando todas as apresentações que tem realizado. Destacam-se os concertos no Teatro do Sesc Joinville, 22/09/2013, com participação do baterista Sergio Gomes e da cantora Ana Paula da Silva; no Porão da Liga, 23/02/2014, com arranjos e regência de Rafael do Santos; no Teatro do Sesc Joinville, 13/03/2014, com arranjos de Marcos Archetti e participação do Quarteto Enraizados; no Panorama Musical do Sesc em Jaraguá do Sul, dia 07/11/2014; dois shows no Teatro do Sesc Joinville, 09/11/2014; no Teatro Juarez Machado, em 20/08/2015, com participações da cantora Lily Blumerants e do trombonista Sergio Coelho; no Aldeia Palco Giratório do Sesc, 04/10/2015, no Teatro Municipal de Itajaí, com participações de Lily Blumerants e Sergio Coelho; o Show de 5 Anos da Joinville Jazz Big Band, com participações especiais dos músicos Alegre Corrêa, Gabriel Vieira e Lily Blumerants, dia 08/09/2016, no Teatro Juarez Machado; e o Show no TAC 7:30, dia 29/11/2016, com Lily Blumerants, Alegre Corrêa e Gabriel Vieira, no Teatro Álvaro de Carvalho.

Show da Joinville Jazz Big Band no Projeto TAC 7:30, dia 29/11/2016, no Teatro Álvaro de Carvalho, em Florianópolis - SC. Foto: Mirian Arins.

Show da Joinville Jazz Big Band no TAC 7:30, dia 29/11/2016, no Teatro Álvaro de Carvalho, em Florianópolis – SC. Foto: Mirian Arins.

Formação
Saxofones/flautas: Ernst Klipp (coordenador de naipe, sax tenor e flauta), Jônatas Silveira (sax alto), Manoel Coutinho Madruga (sax alto), André Leitzke (sax tenor), Eduardo Santos (sax barítono e flauta). Trombones: Everton Luis Alves (coordenador de naipe), Jeferson Souza, Eliton Faria, Samuel Gessner. Trompetes: Jairo Alexandre Espindula (coordenador de naipe), Jedielson Soares, Thiago Margarida, Joilson de Almeida. Sessão Rítmica: Michel Falcão (coordenador de naipe e contrabaixo), Rafael Vieira (bateria), Fabio Oliveira (piano), Cledemilson Silva (guitarra). Direção Executiva: Gledison Zabote. Direção Musical e Arranjos: Marcos Archetti.

Concerto Didático da Joinville Jazz Big Band na Casa da Cultura Fausto Rocha Júnior, dia 18/11/2016, em Joinville - SC. Foto: Mirian Arins.

Concerto Didático da Joinville Jazz Big Band na Casa da Cultura Fausto Rocha Júnior, dia 18/11/2016, em Joinville – SC. Foto: Mirian Arins.

Serviço:

Concerto Didático da Joinville Jazz Big Band

Concertos Matinais

Domingo – 11/12 – Às 10h30min

Na Sociedade Cultural Lírica

Rua Max Colin, 1483, América, Joinville – SC

Entrada Franca

Show de 5 Anos da Joinville Jazz Big Band, dia 08/09/2016, no Teatro Juarez Machado. Foto Mirian Arins.

Show de 5 Anos da Joinville Jazz Big Band, dia 08/09/2016, no Teatro Juarez Machado. Foto Mirian Arins.

Links no YouTube:

https://www.youtube.com/watch?v=uikzioxanoA&list=PLexNMuSDP3aS75ThuFprgc1xaaOQZTrSC&index=1

https://www.youtube.com/watch?v=EStwjt_sDSI&list=PLexNMuSDP3aS75ThuFprgc1xaaOQZTrSC&index=3

https://www.youtube.com/watch?v=EStwjt_sDSI&index=3&list=PLexNMuSDP3aS75ThuFprgc1xaaOQZTrSC

https://www.youtube.com/watch?v=BKdVsYlzy0g

Facebook:

https://www.facebook.com/JoinvilleJazzBigBand

Show da Joinville Jazz Big Band no Teatro Juarez Machado, dia 20/08/2015, em Joinville - SC. Foto Mariá Zabote.

Show da Joinville Jazz Big Band no Teatro Juarez Machado, dia 20/08/2015, em Joinville – SC. Foto Mariá Zabote.

Mais Informações:
Marcos Archetti: (47) 9623-5799
Mirian Arins: (47) 9965-4637
upa.arte@gmail.com – upacultura.wordpress.com
06 de dezembro de 2016.
Fotos: Mariá Zabote e Mirian Arins.
Jornalista responsável: Mirian Arins (DRT SC 01762 JP)